O agachamento é  um dos melhores exercícios para membros inferiores. Trabalha tanto o quadríceps, quanto os isquiotibiais e glúteos. De quebra ainda exige da musculatura paravertebral e abdominal.

Por tratar-se de um movimento em CCF (Cadeia Cinética Fechada), ou seja com a extremidade apoiada, intensifica o trabalho do músculo vasto medial, que é difícil de ser trabalhado, mas importantíssimo no equilíbrio de força entre os músculos do quadríceps.

Ao contrário do que acredita o senso comum, o agachamento não trás prejuízo para as articulações, desde que seja bem executado. Portanto é importante fazer esse exercício, pois ele pode nos ajudar em tarefas do cotidiano, já que trata-se de um movimento muito utilizado por nós, em diversas tarefas do dia a dia.

musculos agachamento

Como fazer agachamento

No agachamento, flexione joelhos, quadril e tornozelos, como se fosse sentar em um banco. Os joelhos não devem avançar demasiadamente, o quadril deve ser mantido para trás, evite descer demais. O menor ângulo que devemos atingir, quando somos iniciantes é 90º, para poupar nossa articulação de lesões.

Pessoas treinadas, que conseguem executar o movimento corretamente e já têm a musculatura treinada podem fazer o movimento completo (até o chão) sem prejuízo. Mas se você está começando, não se atreva, pode acabar se machucando!

Observe na foto que eu estou com os pés apoiados em anilhas. Essa foto gerou alguns comentários…

agachamento

Recebi perguntas sobre o motivo deste posicionamento dos pés. A resposta é simples: facilita a execução correta do movimento. Então, se está começando e tem dificuldade para realizar o agachamento, experimente pisar com calcanhares sobre as anilhas. Depois que aprender, não precisa mais usá-las.

Atenção!

Não execute o agachamento se ele te causar dor e consulte um Profissional de Educação Física que irá orienta-lo quanto à execução, repetições e sobrecarga. É um exercício interessante pois pode fazê-lo em qualquer lugar, não necessita de equipamento!

Tá fácil? Vamos dificultar!

Você pode aumentar a dificuldade segurando pesos (halteres), colocando um cinturão feito com caneleiras ou utilizando uma barra com anilhas apoiada nos ombros. Se essa barra for muito pesada, é recomendado fazer o exercício em um equipamento de segurança chamado “gaiola” e usar um cinturão de proteção para a coluna, mas isso é assunto para um próximo post!

Ficou com dúvidas? Deixe o seu comentário!