Uma dúvida recorrente é sobre a necessidade de contratar um professor ou frequentar uma academia para malhar. A resposta é: depende.

Responda às perguntas que seguem:

Para tomar remédio preciso de médico? Para seguir uma dieta preciso de nutricionista?

A resposta é depende…

Preciso do médico para prescrever o remédio, tomar eu tomo sozinha! Se for injetável, precisarei dele, de um enfermeiro ou farmacêutico, pois não sei aplicar injeção. Preciso do nutricionista para prescrever minha dieta, para segui-la basta força de vontade e vergonha na cara!

 

Ou seja para fazer exercícios precisamos da orientação de um profissional capacitado, mas nem sempre da presença dele: o Profissional de Educação Física.

Eu acredito que está entre as funções deste profissional tornar o aluno capaz de gerenciar sua própria atividade. Se você pode ir à praia e jogar voleibol que aprendeu com seu professor na escola, ou jogar futebol com os amigos no fim de semana, nadar na piscina do clube e fazer outras atividades físicas que aprendeu no decorrer da sua vida sem levar o professor junto, porque precisaria dele para qualquer outra atividade?

Parece que estou fazendo a anti-propaganda, mas não é bem assim. Criou-se um mito de que há a necessidade da presença de um Profissional de Educação Física em toda a prática de atividade física quando na realidade o necessário é apenas a prescrição do exercício. Alguns devem estar se perguntando: e se eu fizer tudo errado, tudo torto? Essa correção também faz parte da prescrição.

professor para malhar

Veja quando você precisa de um professor para malhar

A presença do profissional se fará indispensável em apenas alguns casos.

  • Quando não possuir nenhuma experiência com a atividade que escolheu fazer.
  • Quando possuir experiência, mas tiver problemas de saúde.
  • Quando não possuir disciplina para fazer sozinho.

Você precisa apenas da orientação de um profissional de Educação Física quando

A orientação e prescrição da atividade são sempre necessárias. O acompanhamento esporádico é desejável. Essas são medidas essenciais para sua segurança, resultados e bom desempenho.

Desta forma acho que ficou mais fácil de entender. A função do profissional de educação física, é mais ampla do que costumamos imaginar. Cabe à ele ensinar ao aluno: usufruir, gerenciar e apreciar sua própria atividade!