Você sabe o que é Kinesio Taping? Kinesio Taping um tipo de bandagem funcional. São faixas adesivas coloridas, aplicadas sobre a pele,  usados nos ombros, nos joelhos, na coxa ou nos punhos, bastante vistos durante os Jogos Olímpicos.

kinesio_taping

Não são enfeites, nem superstições dos atletas! A terapia por bandagem funcional é uma técnica cujo principal objetivo é a estabilização articular, promovida pela resistência mecânica da fita.

Elas podem ser de diversos materiais, desde esparadrapos, passando por um material mais rígido chamado tensoplast ou até com as conhecidas fitas de Kinesio tape (além é claro, da combinação destes vários materiais, dependendo do objetivo de seu uso), e é a terapia que virou moda entre os atletas de alto rendimento em Londres 2012.

bandagem_funcional

Os primeiros a usar a bandagem funcional foram os americanos

Esta técnica teve início nos EUA na década de 70 por uma necessidade no meio esportivo de reabilitar, prevenir novas lesões e diminuir o tempo de afastamento do atleta de suas atividades relacionadas à pratica no esporte de alto rendimento, especialmente quando o trauma é causado pela própria prática esportiva.

Fisioterapeutas ou terapeutas manuais habilitados e capacitados podem aplicar kinesio taping e outras  bandagens. Trata-se de  uma técnica de aplicação rápida, de baixo custo e eficaz. Pode ser vista em muitos casos de reabilitação na fase onde o paciente já retorna as suas atividades diárias, no caso dos atletas, a seus treinos.

A aplicação da bandagem funcional depende de vários fatores

A disposição, colocação e tensão destas fitas variam de acordo com o objetivo e a anatomia da parte do corpo a ser tratada.

A eficácia da bandagem depende da técnica de aplicação, do tipo de material, do tempo de utilização e do tipo de prática esportiva, ou seja, é necessário conhecer o mecanismo que causou a lesão e as estruturas envolvidas no movimento que o terapeuta quer evitar, facilitar ou potencializar.

kinesio_taping2

Outros objetivos da bandagem funcional também podem ser alcançados:

  • Corrigir a biomecânica de uma articulação ou tecido;
  • Comprimir uma lesão recente para reduzir o edema e evitar dor;
  • Limitar movimentos articulares não desejados ou potencializar movimentos articulares desejados;
  • Facilitar o processo de cicatrização sem estressar as estruturas lesadas;
  • Proteger ou dar suporte as estruturas lesadas numa posição funcional durante os exercícios, além de prevenir a reincidência da lesão.

Cuidados na utilização da bandagem funcional

Alguns riscos devem ser evitados,  no caso de um atleta de alto rendimento, a bandagem irá permitir o retorno precoce aos treinos e a prática esportiva. Isso deve ser  bem ponderado para evitar que se lesione novamente e que esta lesão seja em maior extensão do que a primeira. Por isso o fisioterapeuta deve acompanhar este retorno a prática esportiva e avaliar a necessidade de reaplicação ou reposicionamento das bandagens, uma vez que dependendo de como ela é aplicada a resposta articular e/ou muscular é diferente.

Bandagem funcional como o Kinesio taping é indicado também para não atletas

Na prática clínica muitos pacientes não atletas também são submetidos a este recurso de reabilitação mesmo que pesquisas científicas ainda não consigam provar os benefícios, pois é difícil mensurar o nível de dor (que é diferente para cada pessoa) e se ocorre ou não um efeito placebo após a aplicação das bandagens. Ainda não se sabe também se os resultados obtidos por esta terapia são causados por efeito mecânico ou neuromuscular.

Apesar disso, quando usada corretamente, no contexto da patologia do paciente, presença de dor e da deficiência de movimento, surgem sim melhoras clínicas. Também é notória a confiança que o paciente tem e a segurança que demonstra ao praticar seu esporte ou em suas atividades diárias, uma grande conquista para o fisioterapeuta e para o paciente.

Por: Ft. Renata Poliche

Questões sobre esse post devem ser enviadas para: renatapoliche@gmail.com