Portal Fique Informa

Exercícios de musculação que podem causar lesões no ombro

Existem exercícios de musculação que podem causar lesões no ombro alguns são muito comuns nos treinos. A ideia desse texto é chamar a atenção para esses exercícios com o objetivo de alertar quem os realiza dos riscos, principalmente aqueles que já tem histórico de lesões no ombro.

Antes de começar é bom lembrar que não existem exercícios proibidos, mas pessoas que não podem realizar determinados exercícios e que a musculação, embrora seja uma atividade extremamente segura, pode causar lesões quando mal orientada e mal executada.

4 exercícios de musculação que podem causar lesões no ombro

Os exercícios responsáveis por causar a maioria das lesões no ombro são os que envolvem o movimento de abdução com rotação externa. Para entender melhor que tipo de movimento é esse podemos fazer uma analogia entre nosso braço e uma porta. Imagine agora que essa porta tem apenas uma dobradiça e que ela faz o papel do seu ombro. Agora imagine o que vai acontecer com essa dobradiça se a porta não for aberta com cuidado. Outro exempo é um movimento que quem anda de ônibus na cidade, certamente já experimentou pelo menos uma vez na vida, o braço fica segurando a barra sobre a cabeça e o corpo gira como uma porta, quando há uma freiada brusca ou mudança de direção, isso representa bem a abdução com rotação externa. No esporte o movimento com a raquete feita pelo tenista é outro exemplo (forehand).

Existem quatro exercícios de musculação que podem causar lesões no ombro e são muito comuns. Quem optar por fazê-los deve estar atento à boa execução do movimento e as pessoas que já possuem histórico de lesão no ombro, devem evitá-los. São eles desenvolvimento na nuca, puxada na nuca, peck deck e pull over.

1 – Puxada na nuca e

2- Desenvolvimento na nuca

O probelema nos dois exercícios é o mesmo. Tem relação com o posicionamento do tronco projetado para frente que é adotado geralmente para evitar que a barra bata na cabeça.

3- Peck Deck

O problema aqui tem mais relação com a ergonomia do equipamento do que com a execução do exercício em si. A posição inicial/final do exercício geralmente está muito para trás em relação à linha dos ombros. Equipamentos mais modernos possuem uma alavanca que pode ser acionada pelos pés para trazer o apoio das mãos para uma posição mais a frente.

A situação pode ficar ainda pior e aumentar a sobrecarga na articulação quando apoia-se a mão e eleva-se os cotovelos na altura dos ombros para trazer o apoio para frente e iniciar o exercício. Aqui temos duas alternativas quando a alavanca para os pés não existir, a primeira é trazer um lado de cada vez girando o tronco (o que as vezes não é possível devido a carga usada) a outra é pedir a ajuda de um amigo para mover os apoios para você.

4- Pull over

O exercício causa uma extrema rotação externa, colocando em risco a articulação.

Articulação do ombro

Enquanto no quadril, o fêmur tem um ótimo encaixe na articulação, no ombro (gleno-umeral) o úmero (osso do braço) praticamente não encaixa, pois a cavidade é rasa e quase plana, fazendo com que não exista congruência e o encaixe entre as superfícies seja bastante superficial. O ombro tem alta mobilidade e tende à instabilidade. Sua estabilização é passiva, ou seja depende dos ligamentos.

O vídeo abaixo ilustra o funcionamento dessa articulação é dá uma noção de quão frágil ela pode ser.

 

O que faço? Elimino esses exercícios?

Depende! Como disse não existem exercícios proibidos, mas pessoas que não podem fazer alguns exercícios. A pergunta é: quão saudável é o seu ombro?

Se a resposta não for totalmente saudável, é melhor buscar por alternativas aos exercícios citados. Elas existem e não mudarão em nada o seu resultado.

Já se seu ombro é saudável e você nunca teve problema, pode manter esses exercícios na sua rotina de treinos, desde que observe a execução correta do movimento, incluindo aí a postura durante a execução. Lembre-se que as lesões no ombro causadas por esses exercícios tem relação direta a erros causados na técnica.

Realizar um trabalho de fortalecimento dos ligamentos é fundamental para a saúde da articulação dos ombros, que pode ser conseguido realizando exercícios de força que causem tração dessas estrutura.

Sair da versão mobile