Portal Fique Informa

Liberada a venda de Creatina pela ANVISA

O Brasil era o único país que ainda proibia a venda da creatina. A justificativa dada pela ANVISA para a proibição era a falta de estudos sobre a segurança no uso dessa substância, mas isso é passado.

Por enquanto a recomendação é para o uso exclusivo de atletas que tenham recomendação médica ou nutricional. Praticantes de exercícios com finalidade estética, de lazer ou da promoção da saúde, não necessitam da substância (e nem de qualquer outra!), basta seguir uma dieta saudável e equilibrada.

O futuro da creatina

Hoje a substância é usada com o objetivo de aumentar a massa magra e melhorar a recuperação.

Pesquisas, inclusive feitas no Brasil, apontam que no futuro a creatina poderá ser usada com fins terapêuticos. Há estudos que apontam seu uso no tratamento de pacientes diabéticos e na melhora da aprendizagem, conforme entrevista dada por Bruno Gualano, do Laboratório de Nutrição Experimental e Metabolismo Aplicados à Atividade Motora da Escola de Educação Física e Esporte da USP e pesquisador do Laboratório de Avaliação e Condicionamento em Reumatologia do Hospital das Clínicas, ao G1.

Sair da versão mobile