Portal Fique Informa

iRiver ON fone de ouvido com sensor de aptidão física

O iRiver ON fone ouvido com sensor de aptidão física, além de cumprir com a função esperada por ele, capta uma série de dados sobre a performance do seu treino. O equipamento será lançado, pela iRiver empresa sul coreana mundialmente conhecida por seus players de áudio digital e outros dispositivos de mídia portáteis. A tecnologia do dispositivo é PerformTek da americana Valencell.

Imagine treinar usando apenas o fone de ouvido, sem pulseiras, fitas peitorais ou qualquer outro acessório. É isso que o  iRiver ON irá oferecer. Com ele você poderá controlar:

Imagem: Amanda Kooser/CNET – Créditos

 


Imagem: Amanda Kooser/CNET – Créditos

 

Como o iRiver ON, fone de ouvido com sensor de aptidão física funciona

A tecnologia funciona diretamente e  de forma não invasiva, mede o fluxo sanguíneo e atividade abaixo da pele através de métodos patenteados e algoritmos proprietários. O método empregado é a fotopletismografia (PPG – photoplethysmography), uma técnica não invasiva óptica, utilizada numa grande variedade de produtos comercialmente disponíveis de dispositivos médicos para medir a saturação de oxigênio no sangue através da detecção de mudanças de volume sanguíneo.

Utilizando o método de PPG, a luz infravermelha brilha sobre a superfície da pele da pessoa e um detector óptico mede as mudanças na dispersão da luz a partir da pele e sangue. Essas mudanças na luz difusa cria uma forma de onda a cada batimento cardíaco. A forma de onda é uma forma de onda de PPG (“AC”) pulsátil fisiológica atribuída a alterações no volume de sangue a cada batimento cardíaco. Esta forma de onda é sobreposta sobre uma variação lenta (‘DC’) de base que muda com a respiração, a atividade do sistema nervoso e termorregulação.

A maioria da luz infravermelha viaja através da pele e nunca chega ao detector (linha amarela). Um pouco da luz será absorvida pela pele e nunca atingem o detector (linha laranja). Outro tanto da luz é refletida diretamente a partir da superfície da pele, causando sinal ruído (linha vermelha). E uma pequena quantidade de luz vai entrar no tecido, ser modulada pelo fluxo de sangue, e dispersada de volta para o detector óptico, isto é o sinal da frequência cardíaca (linha verde).

O lançamento do iRiver ON será em março e custará apenas US$ 199,00.  Tomara que não demore para chegar ao Brasil!

Sair da versão mobile