Portal Fique Informa

Nem toda gordura é ruim, nem todo carboidrato é bom

Há tempos, acreditava-se que todos os alimentos gordurosos eram prejudiciais, fato que hoje os especialistas relativizam. Óleos vegetais e sementes oleaginosas – castanhas, nozes, amêndoas – por exemplo, contêm gorduras do ‘bem’, as mono e poliinsaturadas. “Consumidas na quantidade adequada, elas são capazes de ajudar a proteger o organismo de doenças cardiovasculares, aumentando o HDL – colesterol ‘bom’”, afirma Flávia Figueiredo, nutricionista da rede Mundo Verde.

Já o carboidrato era um dos nutrientes que não poderiam faltar em uma refeição saudável. Porém, descobriu-se recentemente que o consumo excessivo de carboidratos simples pode causar doenças do coração e diabetes. “O organismo absorve e digere facilmente esses nutrientes, presentes em alimentos refinados, provocando aumento dos níveis de açúcar e de insulina no sangue, favorecendo o aumento do estoque de gordura no organismo e diminuindo a taxa de HDL ”, continua a profissional.

Ainda segundo a nutricionista, não há um alimento único que forneça todos os nutrientes necessários. “Por isso, variar o prato e moderar as quantidades de comida escolhidas são fatores fundamentais”, explica.

Vale lembrar que, além da alimentação balanceada, é importante associar a perda de peso com o exercício físico, para que não haja redução da massa muscular.

A Mundo Verde, maior rede de franquias especializadas em produtos naturais, orgânicos e para o bem-estar da América Latina, ressalta a importância da alimentação balanceada para a manutenção da vida saudável.

Nem toda gordura é ruim, nem todo carboidrato é bom

Veja a lista que a Mundo Verde preparou com sugestões de alimentos que ajudam na manutenção da saúde e do bem estar

Sair da versão mobile