Com certeza você já ouviu falar em hérnia de disco, deve ter algum amigo ou parente que sofre com ela… ah é você mesmo… mas pode ficar tranquilo, há tratamentos bastante eficazes para esse problema, como fisioterapia, quiropraxia, acupuntura, dentre outros.

O que é hérnia de disco?

Entre as vértebras das regiões cervical, torácica e lombar da nossa coluna, existem os discos intervertebrais. Esses discos são uma espécie de almofadinha cuja função é evitar o atrito entre as vértebras e absorver o impacto. Eles são em formato de anel e feitos de tecido cartilaginoso, na parte mais interna deste anel existe uma espécie de gelatina, denominada núcleo pulposo. Por diversos motivos que trataremos a seguir esse anel se rompe e a tal gelatina escapa, isso é o que chamamos de hénia de disco. A pressão causada nas terminações nervosas que se originam na coluna causam, desconforto, dor e outros problemas mais graves.

herniadico

Tipos

Existem três tipo de hérnia de disco.

  1. Protrusas: há o deslocamento do centro do disco, mas sem rompimento das fibras. Gera compressão e dor.
  2. Extrusas: há o rompimento das fibras, mas não extravasa no canal medular. Gera maior compressào e dor mais intensa e prolongada.
  3. Seqüestradas: há o rompimento das fibras e o núcleo migra para o canal medular. Além da compressão e dor ocorre uma inflamação e alteração no quadro sensitivo e motor.

herniadicos

Sintomas

Vão variar e depender do tipo e localização da hérnia

  • Fortes dores na região onde se localiza a hérnia,
  • Braquialgia – dor no braço
  • Ciatalgia – dor no percurso do nervo ciático (quadril e pernas)
  • Formigamento
  • Alterações motoras e reflexas.

Causas

  • Fatores genéticos
  • Perda da hidratação pelo envelhecimento (processo degenerativo natural)
  • Mecanismos de torção forte na coluna.
  • Levantar pesos sem o posicionamento correto da coluna.
  • Esforços repetitivos.
  • Tensão prolongada.
  • Musculatura fraca.
  • Presença do anel defeituoso
  • Fatores psicológicos e psicossociais

Diagnóstico

A hénia de disco pode ser diagnostica clinicamente, por exame neurológico. Fisioterapeutas e Profissionais de Educação Física têm condições de identificar o problema, mas é o médico quem deve confirmar o diagnóstico. Exames complementares (tomografia, ressonância magnética) devem ser realizados para determinar o tamanho e localização exata da lesão.

Tratamento

  • Fisioterapia convencional
  • Acupuntura
  • Quiropraxia
  • RPG
  • Pilates

São exemplos de tratamentos que dão ótimos resultados sempre associados à medicamentos. A cirurgia não é indicada em 90% dos casos.

Hérnia de disco e exercícios

Exercícios que envolvam torção do tronco e que utilizem sobrecarga axial (sobre os ombros, sobre a cabeça) são contra indicados. O uso de plataforma vibratória, também.

O fortalecimento da musculatura estabilizadora, principalmente do abdômen são altamente recomendados. Exercícios de alongamento, mobilização da coluna e tração também contribuem no alívio dos sintomas e melhora do quadro.

Educação a Distância

Após receber alta da fisioterapia um Profissional de Educação Física poderá prescrever e acompanhar os exercícios. Musculação, Pilates e Treinamento Funcional são atividades que ajudarão a manter os resultados obtidos durante o tratamento. Ao se matricular em uma academia, converse sempre com os professores sobre seu problema e certifique-se se poderá realizar as atividades propostas.