Já respondi essa questão aqui no blog mas com outra abordagem, ainda assim muitas pessoas perguntam o que é a coceira no corpo quando faço caminhada ou corrida.

A resposta é simples e geralmente parece estranha: é alergia. E agora você deve estar se perguntando, mas alergia ao quê? Alergia ao exercício.

coceira-no-corpo-quando-faco-caminhada-ou-corrida

Entendendo o que é a coceira no corpo quando faço caminhada ou corrida

1 – Essa alergia pode ocorrer em função da presença de elementos alérgenos no local onde você está se exercitando.

Por exemplo já tive uma crise bem feia (sim eu sofro desse problema!), enquanto dava uma aula de bike em uma academia. Era a mesma aula, no mesmo local de sempre, com um detalhe extra, resolveram lavar o entorno da piscina da academia com cloro, o cheiro chegou até a sala. E ele desencadeou o processo alérgico em mim.

Quem caminha/corre em parques pode sentir uma diferença na primavera pela maior quantidade de pólen no ar.

2- A vasodilatação causada pela Atividade Física, facilita a distribuição dos mediadores/alérgenos para várias partes do corpo e traz à tona alergias latentes.

Ou seja é comum que quem sofra de outros tipos de alergia, incluindo rinites, sintam coceira no corpo quando fazem caminhada ou corrida.

3- Algumas pessoas podem ter alergia às próprias substâncias liberadas pelo corpo durante o exercício.

Entendendo o que é a alergia

É uma resposta exagerada do sistema imunológico à uma substância considerada estranha pelo organismo. Qualquer pessoa pode ter alergia, mas o fator principal é a predisposição genética.

As pessoas com predisposição genética à alergia são chamados atópicos, elas reagem de maneira exagerada a fatores que normalmente pessoas que não tem essa predisposição sequer percebem. Por exemplo eu não posso ficar em ambientes que tenham gatos, pois fico com dificuldade para respirar, meu marido não tem nenhum problema.

Entendendo os sintomas da alergia ao exercício

A mais comum é o surgimento de vermelhidão e essa tal coceira, em algumas partes do corpo como coxas, barriga e peito, sobre a qual estamos falando. A maioria das pessoas ignora o fato, achando que trata-se do simples aumento da circulação local, inclusive os Profissionais de Educação Física.

Nos casos mais leves a vermelhidão e a coceira cessam poucos minutos após o término do exercício e com o passar do tempo e a adaptação ao exercício, os sintomas desaparecem. O que não significa que a alergia tenha acabado!!! Pode voltar a aparecer com novos estímulos ou combinados com fatores, como a inalação de odores de materiais de limpeza, ingestão de determinados alimentos ou medicamentos .

Nos casos mais graves podem ocorrer:

  • Sensação de calor,
  • Ruborização,
  • Coceira intensa e progressiva,
  • Urticária gigante (erupções na pele formadas por placas salientes, esbranquiçadas ou avermelhadas, que coçam muito),
  • Angioedema (inchaço, similar à urticária, mas que ocorre sob a pele e não na superfície),
  • Estridor laríngeo (som produzido pelo fluxo turbulento de ar através de uma via aérea parcialmente obstruída),
  • Edema de glote (garganta fechada),
  • Tonteira,
  • Síncope,
  • Alterações gastrointestinais (vômitos, cólicas abdominais e diarréia),
  • Broncoespasmo.

Broncoespasmo

Percebendo os sinais da alergia diminua a intensidade do exercício, se não observar melhorar, interrompa e assim que puder busque a ajuda de um alergista.

Importante

O desconforto crônico causado na prática de exercícios pode ser um indicativo do problema. Por exemplo, pessoas que tentam treinar corrida e sentem-se sempre cansadas, como se não conseguissem se adaptar ao exercício, mesmo depois de anos. Essas pessoas podem ser acometidas por um broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE), sentirem uma leve dificuldade para respirar e associar ao esforço ou à falta de condicionamento físico.

Caso tenha alergia ao exercício e que seja necessário o uso de algum medicamento antialérgico, não retorne à atividade, mesmo se o sintoma desaparecer. O medicamento pode mascarar outros sintomas levando à um quadro muito mais grave.