pulley.JPG

A – Pulley Triângulo

B – Pulley Supinado

C – Pulley Frontal

D – Pulley Costas

 Em um estudo eletromiográfico foram analisadas as ações dos músculos:  (porção escapular), grande dorsal, peitoral maior, tríceps (cabeça longa) e deltóide.

  • Grande Dorsal: Maior ativação no pulley frontal (supinado, costas e triângulo foram praticamente iguais)
  • Peitoral: Maior ativação no pulley triângulo (supinado e frontal foram praticamente iguais e no costas foi baixa)
  • Tríceps: Maior ativação no pulley frontal (triângulo e supinado foi baixa e praticamente iguais)
  • Deltóide: Maior ativação no pulley triângulo (pulley frontal e supinado foram praticamente iguais e costas foi baixa)

O resultado deste estudo leva à reflexão. Para quê fazer o pulley costas? Além de não ser o mais eficiente para trabalhar os músculos analizados, a posição para sua execução leva à abdução com rotação externa da articulação glenoumeral, movimento que favorece a luxação do ombro (ele sai do lugar).

Aprenda a escolher seus exercícios, questione seu professor!