São inúmeros os modelos de top disponíveis no mercado. As alunas sempre prguntavam qual o melhor top para usar na academia ou qual o top certo? Em geral escolhemos aquele que valoriza nosso colo, contudo nem sempre o mais bonito, é o mais indicado e o mais confortável.

Para escolher top certo devemos levar em consideração:

  • Tamanho do seio;
  • Atividade que iremos praticar;
  • Quanto tempo permaneceremos com ele.

Alguns tops são super bonitos, valorizam o colo e na hora de fazer exercícios são incômodos e chegam até a machucar.

Como escolher o top certo

Particularmente, adoro aqueles que são amarrados no pescoço, mas passava o dia inteiro com ele e na metade desse tempo ficava com dor no pescoço, o que o torna inconveniente.

top pescoço

Se você possui seios grandes opte por um top confeccionados com tecido resistente, sempre com lycra ou supplex. Para quem pratica corrida ou é adepta das aulas de jump e step, o top certo é o que possui uma faixa abaixo dos seios e com alças largas e as costas semelhantes à um maiô de natação, são os que dão maior segurança. Além de evitarem que os seios pulem junto com você, não saem do lugar.

Se você pratica atividades cujo impacto seja pequeno pode utilizar qualquer modelo, mas lembre-se: alças que se cruzam nas costas ou aqueles com fecho igual ao sutiã, ficam desconfortáveis para fazer abdominais ou outros exercícios que necessitem deitar-se em decúbito dorsal (de barriga para cima).

O mais importante é não treinar sem top ou de sutiã. Os ligamentos na região dos seios são frágeis e podem afrouxar dependendo do tipo do exercício, fazendo com que tenham um aspecto caído. Além disso é bom lembrar que não existe exercício para os seios apenas para a musculatura peitoral. Se achar necessário use dois tops, em sobreposição, neste caso é melhor pecar pelo exagero.

Onde comprar: Lojas de material esportivo, lojas de departamento e hipermercados. Ou se preferir clique aqui e receba na sua casa!

Preços: R$ 35,00 ~ R$ 130,00

Esse texto foi revisado. Data da primeira publicação: 15 de outubro de 2007.