Pages Navigation Menu

Exercício, nutrição, saúde e qualidade de vida. Gestão de carreira e Academia.

Aula de Ginástica Localizada: um clássico

A aula de Ginástica Localizada é uma das mais tradicionais aulas de academia. Nascida em meados da década de 80, chegou como uma alternativa ou complemento às aulas de Ginástica Aeróbica e permanece até hoje. Um clássico das academias.

De acordo com Guiseline (1994), um dos primeiros professores a atuar com a Ginástica Localizada no Brasil, a função dos exercícios localizados é melhorar a força e a resistência dos principais grupos musculares.

Trocando em miúdos a Ginástica Localizada é aquela aula feita com pesinhos. Os benefícios são muitos melhora a força e a resistência muscular, melhora a postura, deixa o corpo mais torneado, mais durinho.

Profa. Paloma – Projeto Academia

Cerca de 25 anos se passaram e as aulas de Ginástica Localizada continuam resistindo na grade de horários das academias. Entra moda, sai moda e ela continua lá, há quem não a troque por nada, mas muita coisa mudou no decorrer desses anos.

Não se faz mais uma quantidade interminável de repetições do mesmo exercício e nem a maioria dos alunos usa apenas halteres e caneleiras leves. O avanço científico na Educação Física nos proporciona hoje aulas muito mais dinâmicas, onde os exercícios são divididos em séries muito mais curtas o que possibilita a manipulação das cargas. Estratégias usadas na sala de musculação foram trazidas para a sala de ginástica, tornando a aula também mais eficaz.

O surgimento de novos implementos também enriqueceu muito a aula de Local. Antes restritos aos halteres e caneleiras, quando muito uma medicine ball e um bastão, atualmente os professores contam com steps, jumps, barras e anilhas, bolas de diversos tamanhos, tubos e bandas elásticas. Tornando as aulas mais atrativas e diversificadas, as combinações são infinitas, depende da criatividade do professor.

Geralmente em uma aula trabalha-se 11 grupos musculares:

  1. Peitorais
  2. Dorsais (costas)
  3. Bíceps (braço)
  4. Tríceps (braço – tchauzinho)
  5. Ombros
  6. Quadríceps (coxa – frente)
  7. Posteriores da coxa (coxa – atrás)
  8. Adutores (coxa – interna)
  9. Abdutores (coxa – externa)
  10. Panturrilha (batata da perna)
  11. Abdominais (barriga)

A ordem vai depender da estratégia usada pelo professor. Em algumas academias é feita um periodização, os grupos musculares são divididos em A e B e trabalhados em dias diferentes. Há vantagens e desvantagens em utilizar esse sistema, mas irei abordar o assunto em outro post.

Eu ví a Ginástica Localizada nascer, fui aluna, acompanhei sua evolução e há anos trabalho com essa modalidade. Minhas aulas tem um público predominantemente feminino. Apesar de adorar ministrá-la prefiro fazer musculação. E você? Conte a sua experiência!

12 Comentários

  1. GOSTARIA DE RECEBE DICAS PARA UMA BOA AULA DE LOCALIZADA,PARA ESTÁ ENOVANDO.
    OBRIGADO.

  2. Nossa seu texto explicativo me ajudou muito para fazer um trabalho escolar

  3. Oi adoro musculação, local e pilates. Mas to precisando emagrecer. Faço aeróbio antes ou depois do exercício de força?? Responde no meu email! Obrigada!

  4. Adorei as suas dicas, estou para iniciar com uma turma formada por pais de alunos, gostaría de manter contato contigo e trocarmos ideias e minha novas exepriencias… abraço!

  5. Minha grande dúvida é como começar primeira aula… além de pedir atestado medico e fazer enamnese devo fazer uma dinâmica para aquecimento? O que vc sugere?

  6. Como consigo um CD de ginastica localizada completo inclusive com o aquecimento????

    • Oi Terezinha,

      Existem DJs especializados em montar Cds para aula. O aquecimento é feito com a mesma música que o restante da aula.

      Abraços

      Profa. Esp. Denise Carceroni

  7. olá estou no mercado a 12 anos,me encontrei na ginastica o engraçado que fui para um congresso fazer um curso de ginastica localizada alternativa,produzido pela MetA produções,eparticipando das aulas tive uma ideia de tentar tirar os homens da sala de musculação e vir para ginastica,como eles tinha e ainda a uma resistencia de alguns homens resolvi tirar o nome localizada,e acrescentei barras i anilhas,e coloquei alguns nomes tecnico em alguns movimentos ex:em vez de falar gluteo falava posterior da coxa e deu certo,aumentei os ritmos em fm ta otimo abraços

Trackbacks/Pingbacks

  1. Aula de ginástica localizada – estrutura da aula | Fique Informa - [...] 'pt-BR'} TweetSharebarNo post Aula de Ginástica: um clássico a leitora Lucinete pediu dicas para montar um boa aula, …
  2. Guia de Aulas de academia: O que são e para que servem. -EFBR - [...] Aula de Ginástica Localizada: um clássico [...]

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>