Você conhece a estrutura de uma aula de ginástica localizada? No post Aula de Ginástica: um clássico a leitora Lucinete pediu dicas para montar um boa aula, como no Fique Informa quem manda é o leitor, aqui vão algumas dicas.

A escolha dos exercícios para a aula de localizada é fundamental para o seu sucesso, não existe uma receita de bolo, mas alguns cuidados devem ser tomados para que a aula se torne mais dinâmica e alcance o seu objetivo.

Aquecimento

Deve durar cerca de 5% à 10% da aula, contemplar membros superiores e inferiores, pode ser usada movimentação rítmica como na ginástica aeróbica, preferencialmente ser deslocamentos. Exercícios de alongamento podem fazer parte do aquecimento.

Parte Principal

  • Deve durar cerca de 40% ~ 50% da aula. Os exercícios devem contemplar todos os grupos musculares ou os grupos que serão treinados naquela aula caso seja dividida em A e B.
  • Podem ser usadas diversas estratégias como as da sala de musculação: alternado por segmento, agonista/antagonista, bi-set etc.
  • A música não é apenas ilustrativa, é para ser usada, há quem diga que basta estar no ritmo. Eu prefiro trabalhar na frase musical.
  • A variação rítmica é importante e deve ser usada, além dos benefícios fisiológicos a aula se torna mais dinâmica, ajuda no fator motivacional. Lembre-se que essa variação é feita em cima da música, sempre em múltiplos de 4. Por exemplo: sobe em 3 tempos desce em 1 tempo, sobe em 1 tempo desce em 3 tempos, sobe em 2 tempos desce em 2 tempos etc.
  • Trabalhar no mesmo plano. Evite combinar exercícios onde seja necessário mudar de plano a todo momento. Sentar e levantar, sentar e levantar, além de cansativo quebra a fluência da aula.
  • Acostume os alunos a pegar sobrecargas diferentes, leves e pesadas, para trabalhar músculos mais fortes e mais fracos.
  • Oriente ates de iniciar quanto à sobrecarga a ser usada (leve ou pesada), músculo trabalhado e repetições que pretende fazer.
  • Demonstre os movimentos, chame a atenção para a postura correta.
  • Os abdominais podem ser feitos intercalados com outros exercícios ou deixados para o fim da aula. Essa é uma boa estratégia para quem tem pouca experiência poder ajustar o tempo total da aula.
  • Evite exercícios que gerem muita sobrecarga na coluna, as turmas são geralmente heterogêneas.
  • Tenha sempre uma alternativa para quem não puder executar o exercício proposto.
  • Não faça a aula, caminhe pela sala e faça as correções necessárias.

Volta a calma

Deve durar de 5% à 10% da aula. Devem ser alongados todos os músculos trabalhados.